Destaques Notícias

Saúde intensifica as ações de combate à dengue

A Secretaria Municipal da Saúde intensificou as ações de combate à dengue, com a busca ativa de pacientes sintomáticos, o reforço das vistorias ambientais para remoção de criadouros do mosquito Aedes aegypti e atividades educativas em escolas e unidades básicas de saúde. 

A grande preocupação é com o aumento de casos de dengue (392 confirmações) e também com o surto de Chikungunya registrado no Paraguai, com mais de 5 mil casos da doença e 5 óbitos desde o início de 2023. O Paraná já registrou dez casos de Chikungunya, sendo um deles em Foz do Iguaçu. 

“A proximidade com o Paraguai, o intenso fluxo de visitantes, aliado as condições climáticas e ambientais entre os territórios, podem favorecer a ocorrência de novos casos e/ou surtos no município”, alerta a secretária da saúde, Rose Meri da Rosa.

Por essas razões, os agentes comunitários de saúde (ACS) e os agentes de combate às endemias (ACE) do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) atuam de forma conjunta nas regiões identificadas como de alto risco. Neste momento, o Porto Meira está sendo priorizado por registrar um grande número de casos da doença.

Atuação

Os ACS fazem a busca de pacientes com sintomas da doença para os devidos encaminhamentos e notificações. “Ao identificar um paciente com sintomas, ele imediatamente precisa ser encaminhado a uma Unidade de Saúde para atendimento e a classificação. Dentro dessas avaliações, conseguimos fazer o encaminhamento correto, que pode ser dentro da própria UBS ou em situações mais graves, nas UPAS”, explica a diretora de Atenção Básica, Márcia Batista. 

Paralelo a essa ação, o CCZ reforça as vistorias em residências para orientações e remoções de focos do mosquito da dengue.  “O município tem feito a parte dele, mas só conseguimos resultados com o apoio dos moradores. Pedimos a atenção e orientamos as limpezas constantes dos quintais, para eliminação de possíveis criadouros”, disse a supervisora técnica do CCZ, Renata Defante Lopes.

Sintomas

Os principais sintomas da Chikungunya são febre, dores intensas nas articulações, dor nas costas, dores pelo corpo, erupções avermelhadas na pele, dor de cabeça, náuseas e vômitos, dor retro ocular, dor de garganta, calafrios, diarreia e/ou dor abdominal (principalmente em crianças). A transmissão da doença ocorre através da picada da fêmea do mosquito transmissor Aedes aegypti (o mesmo vetor do vírus da dengue).

Ações conjuntas

As ações recebem o apoio da Secretaria da Fazenda, com vistorias e fiscalizações a imóveis sujos e terrenos baldios com mato alto e da Secretaria de Meio Ambiente, que disponibiliza caçambas para o descarte de entulhos e materiais inservíveis, principalmente os que possam acumular água. O trabalho integrado também parceria com a Secretaria de Estado da Saúde.

Você também pode gostar

Destaques Notícias

Prefeito sanciona lei que obriga denunciarem sobre maus-tratos contra animais

Como forma de incentivar a denúncia de ocorrências que envolvam maus-tratos contra os animais, o prefeito de Foz do Iguaçu,
Destaques Notícias

Feriado na fronteira

Comerciantes de Ciudad del Este, Salto del Guairá e Pedro Juan Caballero, cidades paraguaias na fronteira com o Brasil, estão